Foram “só” 3 assaltos, diz assaltante após libertação de reféns

Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um dos criminosos que fez reféns quando estavam fugindo da Polícia Militar do Amapá, na manhã desta quarta-feira (3), no Bairro dos Congós, disse ao portal SELESNAFES.COM que ele e o comparsa “só” tinham feito três assaltos pela manhã.

João Felipe Pimentel de Souza, de 18 anos, tem duas passagens pela polícia, e agora também um ferimento nas nádegas causado por um disparo feito com a arma do parceiro, de 17 anos, que estava na garupa da moto durante a perseguição.

João Pimentel ao lado do sargento Tércio Cid, que esteve na perseguição. Fotos: Olho de Boto

A suspeita é de que o carona, muito nervoso com a perseguição, tenha disparado acidentalmente acertando a própria coxa e o parceiro que conduzia a motocicleta. Ao portal SN, João Pimentel disse que precisava de dinheiro, e por isso optou pelo assalto, que ocorreu nos bairros do Pacoval, Beirol e Muca.

Ele nem lembrava direito em que bairros os roubos foram cometidos, e sorriu para a câmera quando confirmou onde o tiro acertou. 

Quem estava numa das viaturas do 1º BPM fazendo a perseguição era o sargento Tércio Cid. Apenas depois, quando a fuga virou sequestro com reféns, é que a situação passou a ser controlado pelo Bope.

“Eles estavam fazendo um arrastão pela cidade. Recebemos as características dos infratores e encontramos na Avenida 19 do Laurindo Banha com eles no sentido oposto. Fizeram direção perigosa na contramão, quase causando um acidente”, lembrou o sargento.

Parceiro de 17 anos foi atingido pelo tiro

Revólver e faca usados nos assaltos

Segundo o policial, por pouco a equipe não foi atingida por um tiro.

“Eles tentaram atirar contra a guarnição. Atiramos para salvaguardar a equipe e uma vítima que estava na VTR. (…) Eles colocaram a arma na cabeça de uma criança e prometiam matar”, acrescentou, já se referindo ao momento do sequestro.

O maior de idade será encaminhado para audiência de custódia, e o menor foi apresentado na Deiai.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.