Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Duas motos colidiram, e um dos condutores teve morte instantânea, na madrugada desta quinta-feira (11), na zona sul de Macapá.

O acidente de trânsito ocorreu em frente ao Comando Geral da Polícia Militar, no Bairro do Beirol, por volta das 2h20min.

Segundo a PM, Erimar Moura Pessoa, de 29 anos, que é vigia noturno, trafegava em velocidade baixa pela Rua Jovino Dinoá, realizando rondas no bairro.

Motociclista que avançou a preferencial morreu na hora. Fotos: Olho de Boto

Nenhuma das motocicletas estava legalizada

Ao passar pela Avenida Caramuru, ele teria sido surpreendido por outra motocicleta e houve a colisão. O outro veículo era conduzido por Anderson da Silva Santos, de 26 anos, que morreu no local.

Erimar Pessoa foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência de Macapá com uma fratura no fêmur. Ele não corre risco de morte.

“Testemunhas relataram que o condutor que foi para o HE estava na preferencial na Jovino, quando o outro avançou a preferencial na Caramuru”, informou o tenente Henrique, do Batalhão de Trânsito da PM (BPTran).

Tenente Henrique, do BPTran: mãe não sabia que o filho estava na cidade

O laudo oficial da Polícia Técnico-Científica do Amapá (Politec) deve ser divulgado em até 30 dias, apontando as causas do acidente.

“Não podemos afirmar que estavam alcoolizados, mas a vítima fatal estava com uma pulseira de festa, e a outra vítima não passou pelo bafômetro porque foi conduzida para o HE”, comentou o oficial.

Nenhum dos condutores era habilitado, e as motocicletas estavam com o licenciamento atrasado. Quando a PM entrou em contato com a família da vítima fatal para informar sobre o acidente, os policiais tiveram outra surpresa.

“A mãe disse que não sabia que o filho estava na cidade. Ela afirmou que o filho saiu de casa avisando que ia trabalhar no interior do Estado”, relatou o policial.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos