Sucesso entre visitantes, exposição com resina milenar é prorrogada

Artista plástico Miguel Arcanjo retrata Macapá com quadros pintados com resina milenar.
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A exposição do artista plástico Miguel Arcanjo, que retrata Macapá com quadros pintados com resina milenar, segue até 31 de janeiro, em um shopping no Centro de Macapá. A extensão da data, inicialmente com previsão de encerramento para dezembro, tem a ver com o sucesso da mostra.

José Maria, de 62 anos, mora em Macapá, e visitou a exposição. Ele retornou tempo depois para fotografar a arte e enviar para o irmão, que está no Pará. O visitante disse ter ficado impressionado com a técnica do artista.

Quadros são pintados com resina asfáltica Foto: André Silva

“Acho importante mostrar a arte que tem aqui no estado. Essa técnica dele é impressionante, e precisa ser mostrada para o mundo. Pedi para o meu amigo para vir comigo para fazer essa foto”, reforçou.

O artista plástico utiliza como matéria prima o betume, que é uma resina asfáltica conhecida como Betume da Judéia, utilizada milenarmente para envelhecimento de madeira, e muito usado por artistas do período renascentista.

Exposição segue até o fim de janeiro Foto: André Silvav

Arcanjo pinta há 37 anos, e, aos 15, dominou a técnica. A sombra é feita com a resina sobreposta ao branco da tela, que produz uma pintura totalmente monocromática passando a impressão de que a pintura é antiga.

“Eu faço um envelhecimento de três dias com o fundo queimado com o betume. Com o produto fechado [envelhecido e escurecido], eu venho abrindo o meu leque puxando as cores e a luz”, explicou o artista.

A exposição denominada “Fuga do Tempo” está no Vila Nova Shopping, no Centro de Macapá.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.