Suposta compra pelo Facebook termina em prisão

Homem comprou moto roubada, sem documentos e alegou não saber nem o nome do vendedor
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem foi preso pela Polícia Militar do Amapá, neste fim de semana, com uma moto roubada. Até aí nenhuma novidade, se não fosse a imprudência com que ele alegou ter conduzido o negócio: comprou o veículo por um anúncio no Facebook, mesmo sem a documentação do produto.

A prisão ocorreu às 23h do sábado (13) quando uma equipe da Companhia de Operações Especiais do Bope patrulhava pela Rua Leopoldo Machado com a Avenida Timbiras, no Bairro do Beirol, na zona sul de Macapá. Os policiais avistaram um motociclista e decidiram abordá-lo.

Anderlon Almeida disse não saber o nome do vendedor que fez o anúncio na rede social. Fotos: Olho de Boto

Os policiais fizeram a consulta da placa e descobriram que a moto tinha uma restrição de roubo. Anderlon Pena do Amaral de Almeida, de 23 anos, disse aos policiais ter comprado o veículo por meio de anúncio no Facebook.

Ele afirmou não saber informar o nome do vendedor, e que não tinha nenhuma documentação de porte obrigatório da moto. Diante dos fatos, a motocicleta foi apreendida e Anderlon Almeida foi prestar esclarecimentos na delegacia de polícia.

Segundo a PM, entre cinco e sete motocicletas estão sendo roubadas ou furtadas por dia no Amapá. Algumas são recuperadas em abordagens policiais, mas a maioria é levada para fora do Estado em embarcações.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!