Ribeirinha do AP se torna pessoa mais idosa a ser resgatada por via aérea no Brasil

GTA transportou Dona Maria Cordeiro de Sousa para procedimento cirúrgico em Macapá
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A ribeirinha Maria Cordeiro de Sousa, de 110 anos, foi resgatada na tarde de sexta-feira (16), em Cutias do Araguari, por uma equipe do Grupamento Tático Aéreo (GTA). A idosa tem um problema de falta de circulação na perna esquerda e precisava ser tratada com urgência. O fato chamou atenção porque a paciente é a pessoa mais idosa a ser transportada por grupamentos aéreos de segurança pública no Brasil, segundo informações do GTA.

 Dona Maria foi resgata por volta das 16h. Ela reside na margem esquerda do Rio Araguari. A equipe do Programa Saúde da Família foi quem acionou o  Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), pois a senhora precisava de atendimento cirúrgico. Com isso, o GTA foi enviado para a operação. 

Transporte da paciente para Macapá ocorreu dentro da normalidade. Fotos: José Baía (Secom)

“A paciente não tinha condições de ser transportada por via terrestre, por conta da gravidade dos ferimentos. Ela tem a pele muito sensível pela idade e apresentou problemas de circulação sanguínea em uma das pernas, sendo assim, foi encaminhada para atendimento cirúrgico na capital”, explicou o enfermeiro Azenil Brito.

O voo de resgate da idosa para Macapá ocorreu dentro da normalidade. Ela teve o acompanhamento do enfermeiro e manteve a pressão estável. A paciente foi encaminhada para o Hospital de Emergência, em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde permanece em observação. 

“O GTA faz a avaliação da ocorrência antes de iniciar o resgate e essa, com certeza, foi uma missão muito gratificante”, disse o agente de Polícia Civil do GTA, Alan Freitas.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.