Sarney transfere título de volta para o Maranhão

Decisão confirma que ele não deverá concorrer mais em eleições pelo Amapá, como queriam antigos aliados
Compartilhamentos

SELES NAFES

O ex-senador pelo Amapá, José Sarney (PMDB), transferiu de volta para São Luiz (MA) o título eleitoral que ele mantinha no Amapá desde 1990, ano em que se candidatou e ganhou a eleição para Senado pela primeira vez representando o novo Estado.

O pedido de transferência, segundo a imprensa do Maranhão, foi oficializado na segunda-feira (19), na 3ª Zona Eleitoral de São Luiz, pessoalmente.

Aos 88 anos, José Sarney dá adeus às disputas políticas no Amapá. A transferência não teve nenhum evento político de despedida, e também não foi uma boa notícia para os aliados que insistiam que ele disputasse o Senado em outubro.

José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, o verdadeiro nome de Sarney, não disputa uma eleição pelo Amapá desde 2006. Em 2014, já com 85 anos, ele decidiu não concorrer ao quarto mandato de senador, passando o bastão para Gilvam Borges (PMDB) que perderia a disputa contra Davi Alcolumbre (DEM), antigo aliado.

Sarney ao lado dos principais aliados no Amapá: sem festa de despedida. Foto: Arquivo/SN

De volta em definitivo para o Maranhão, Sarney deve se dedicar integralmente à literatura e à campanha da filha, Roseana Sarney (MDB), ao governo do Estado. Adriano Sarney, seu neto, deve concorrer a uma vaga de deputado estadual e Sarney Filho tentará o Senado.

Sarney pode estar saindo de cena, mas quer deixar a família “encaminhada”. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.