Vila Olímpica abandonada em Santana abriga bandidos

Assaltos à luz do dia tornaram-se comuns na região.
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Vila Olímpica, localizada no bairro Nova Brasília, em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, foi criada para fomentar modalidades esportivas de base, mas, atualmente, serve como abrigo e esconderijo para bandidos e vândalos. Assaltos à luz do dia tornaram-se comuns na região, o que tem provocado preocupação aos moradores.

Há anos a realidade da Vila Olímpica tem sido discutida pela população. O local não chegou a ser inaugurado em sua totalidade, com a finalização das quadras, campo de futebol, pista para caminhada e iluminação. Com a ação do tempo e de vândalos, os espaços foram se deteriorando, forçando praticantes de atividades esportivas a se afastarem.

Local está abandonado Foto: Leonardo Melo

Maria do Socorro diz que costumava fazer caminhadas nas primeiras horas do dia, mas que a prática tornou-se impossível por causa dos assaltos. “Aqui, a gente só consegue caminhar se for em grupo de pelo menos três pessoas, se não, vamos ser assaltados. Eles [bandidos] não têm medo e chegam com facas e puxando tudo o que é nosso. A gente entrega, e, mesmo assim, às vezes, eles ainda batem na gente”, falou.

Mato toma conta do espaço Foto: Fernando Santos

A iluminação dos refletores no espaço também é insuficiente. A Polícia Militar costuma fazer rondas na área, mas, se vê limitada por causa da grande quantidade de bandidos agindo ali. Associações esportivas já solicitaram melhorias junto a prefeitura de Santana, desde 2017, e, até agora, não foram atendidos.

Espaço de lazer deteriorado Foto: Fernando Santos

“Houve uma reunião com o secretário Juscelino Alves, que se comprometeu em ajudar, no entanto, nada foi feito. Já estamos em 2018, e, pelo que vemos, não há sinais de que vai ser feito algo”, lamentou o diretor de uma associação esportiva, que preferiu não ser identificado.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.