“Ela está em depressão”, diz defesa sobre soldado com processo de deserção

Soldado denunciou suposto assédio sexual dentro do Corpo de Bombeiros do Amapá.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A soldado do Corpo de Bombeiros do Amapá Karla Samara Costa dos Santos apresentou defesa contra o processo que enfrenta de deserção militar. Ela divulgou atestados que justificam sua ausência do Gabinete de Segurança Institucional, onde está lotada.

O procedimento de deserção foi instaurado no dia 16 de março, pela Corregedoria do Corpo de Bombeiros. De acordo com o procedimento, a militar teria se ausentado, sem motivo, de onde está lotada.

De acordo com o advogado Cleriston Vilhena, Karla Samara apresentou laudos na junta médica do Corpo de Bombeiros e recebe atendimento de médicos da própria corporação.

“Ela está em grave estado de saúde, com uma depressão profunda, que está sendo tratada pelo Corpo de Bombeiros. Ela está de atestado médico e, pela legislação do conselho, não precisa outro médico homologar atestado”, disse o advogado de defesa.

O advogado de Karla Samara falou que sua cliente sofre transtornos ocasionados após a denúncia de assédio sexual e moral contra integrantes do Corpo de Bombeiros do Amapá. 

Defesa apresentou atestado que justifica afastamento da soldado Foto: Reprodução

“Ela está amparada pela legislação médica. E não existe isso de homologar atestado de outro profissional, tem até precedentes na Justiça por isso”, acrescentou a defesa.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.