O abandono da Ilha de Santana

Moradores reclamam de ruas esburacadas, rampa de desembarque deteriorada, insegurança e falta de energia
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Situada às margens do Rio Amazonas, a Ilha de Santana abriga centenas de famílias com aproximadamente 4 mil habitantes. A comunidade é distrito do município de Santana, que fica a 17 quilômetros de Macapá.

Por lá, os moradores estão indignados com a falta de assistência da prefeitura de Santana. As ruas estão tomadas por buracos e lama. Para a representante da comunidade, Ana Lúcia, a situação está insustentável.

“Os principais problemas são os ramais intrafegáveis, ruas lascadas e ninguém tem olhado por nós”, destacou a representante

Ruas e ramais abandonados. Fotos: reprodução

Outro problema grave está na rampa de embarque e desembarque de produtos e pessoas. 

“Essa rampa está toda destruída e perigosa. Faz muito tempo que não fazem reparos nela. Todos que passam por ela, correm perigo”, disse Antonio Silva, autônomo.

Ana Lúcia: ilha está intrafegável

Anderson Nascimento: distrito está esquecido

Além dos problemas na mobilidade urbana, o distrito enfrenta também falta de água encanada, insegurança e constantes falhas no fornecimento de energia.

“Queremos uma resposta. É um distrito esquecido. Temos problemas com água, assaltos relâmpagos e muitas quedas na energia. E a gente espera que esses problemas sejam amenizados”, cobrou Anderson Nascimento.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!