Papaléo passa por exame para esclarecer sangramento

Ele foi transferido às pressas para evitar uma cirurgia de abdômen aberto. O vice-governador está consciente e estável
Compartilhamentos

SELES NAFES

O vice-governador do Estado, Papaléo Paes, está na UTI do Hospital Porto Dias, em Belém, mas está consciente. Nesta quinta-feira (29), ele foi submetido a um exame invasivo, com o uso de um aparelho que não existe nas redes pública e nem privada do Amapá, para investigar um sangramento no intestino.

A hemorragia foi contida, segundo informou ao portal SELESNAFES.COM o médico José Carlos Gondim, amigo de Papaléo que participou da junta que avaliou o vice-governador ainda em Macapá.

Ao longo do dia, algumas informações foram esclarecidas. Na verdade, ele estava internado desde o dia 26 no Hospital São Camilo depois de ter passado mal. Ele deu entrada como paciente particular, mesmo com a prerrogativa de ser vice-governador.

Imediatamente, o sangramento foi detectado, e os médicos concluíram que seria necessário realizar uma cirurgia exploratória para checar o que estava ocorrendo.

“Seria uma cirurgia com abdômen aberto. Mas tem outro método que sabemos que é pelo intestino, mas não existe esse equipamento aqui no Estado, e nem no São Camilo. (…) Ele não queria ser transferido, queria que o exame fosse feito aqui. Mas, se fosse feito aqui, seria uma cirurgia de abdômen aberto. Ele demorou muito para concordar com a transferência”, lembra Gondim.

Ex-secretário de Saúde, José Carlos Gondim, participou da junta médica que avaliou as condições do vice-governador. Foto: Aquivo/SN

Pelo menos seis médicos avaliaram a situação clínica do vice-governador, entre eles Gondim e uma filha de Papaléo Paes. Na noite desta quarta-feira (28), ele foi levado de ambulância para o aeroporto e transferido para Belém às pressas em um avião do governo.

No Hospital Porto Dias, ele foi submetido ao exame e o sangramento foi controlado. O diagnóstico só será definido com o resultado do exame nas próximas horas.

“Está conversando bem. Só está na UTI por precaução em função do procedimento que ele fez”, frisou Gondim, que já foi secretário de Saúde do Amapá e é amigo de Papaléo há mais de 30 anos.

No fim da manhã, a Secretaria de Comunicação do Amapá confirmou que o médico passou pelo procedimento no Porto Dias, e se encontra estável. 

Foto de capa: Secom

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.