Professoras pedem valorização em protesto

Ato segue na sexta-feira, 9
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Professoras da rede estadual de ensino do Amapá fizeram um ato de valorização nesta quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, na Praça da Bandeira, Centro de Macapá. O movimento também contou com a presença de muitos educadores que depois, juntos, protestaram em frente ao Palácio do Setentrião.

O ato organizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos em Educação no Estado do Amapá (Sinsepeap) tinha como reivindicações a valorização dos trabalhadores da educação, revisão do pagamento que atualmente está parcelado e reajuste dos últimos 4 anos, além de melhorias para a saúde dos professores.

Presidente do Sinsepeap, Kátia Cilene: educadores pedem valorização. Fotos: Cássia Lima

“O governo não senta para nos ouvir. Queremos começar a fazer um diálogo sobre as nossas pautas salariais e esses dois anos com salários comprometidos. Precisamos ter melhoria na nossa saúde que sofre com o dia a dia das aulas”, frisou a presidente do Sinsepeap, Kátia Cilene.

O ato no momento está parado em frente ao Palácio do Setentrião, onde os profissionais pedem para que o governador os atenda.

As revindicações tem previsão de continuar na sesta-feira (9), com o apoio de mais de 150 professores de 15 escolas do Estado.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.