Campanha contra hanseníase vai atender a 28 mil crianças e jovens

Ação iniciou nesta quinta-feira, e é desenvolvida pela prefeitura de Macapá.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A prefeitura de Macapá começou nesta quinta-feira (12) uma campanha de combate à hanseníase. O foco são quase 28 mil crianças e adolescentes de escolas municipais e estaduais da capital. A meta é atingir um público de 5 a 14 anos.

A hanseníase é transmitida pelas vias respiratórias de pessoas com bacilos. A doença atinge pele e nervos periféricos, podendo ocasionar incapacidades físicas, em seu estágio mais avançado.

A proposta da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é identificar novos casos e, se necessário, encaminhar para tratamento. O objetivo é chegar a 43 escolas até junho, período da ação.

Novos casos serão encaminhados para tratamento Foto: Ascom/Semsa

“Escolhemos as escolas por causa do contato maior entre as crianças e adolescentes. Mas esse é um cuidado que se estende para as famílias. Estamos examinando tanto a hanseníase quanto a tracoma, que são contagiosas”, falou a coordenadora municipal do Programa de Hanseníase, Lucileide Mafra.

A campanha iniciou nesta quinta-feira, na Escola Municipal Maestro Miguel, no Perpétuo Socorro. Neste primeiro momento, acontecem exames de prevenção da hanseníase e tracoma e medicação contra verminoses.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), de janeiro a março deste ano, foram registrados 105 novos casos de hanseníase no Amapá, a maioria dos infectados ainda são os adultos.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.