Foto de criança em leito improvisado com cadeiras no PAI repercute na web

Direção do hospital diz que situação é comum.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A superlotação no Pronto Atendimento Infantil (PAI), em Macapá, provocou uma cena que chamou a atenção neste fim de semana. Uma foto de uma criança sendo medicada num leito improvisado com cadeiras de plástico repercutiu nas redes sociais e indignou internautas. A direção do hospital diz que, por causa da demanda, a situação é comum.

De acordo com uma mãe que está com a filha internada no PAI, a falta de leito é um problema. A mulher pediu para não ser identificada, e contou que demorou dias para conseguir uma cama para a criança, que está com uma infecção no intestino.

Leito foi improvisado com duas cadeiras de plástico Foto: Reprodução Redes Sociais

“Vi várias mães trazendo colchão para o filho ficar mais confortável. Eu mesma demorei dias para conseguir uma cama. As crianças ficam pelos corredores mesmo”, falou.

Segundo a direção do PAI, a situação vista na foto é comum na unidade, porque o hospital atende a demandas que seriam das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e das Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

“Aquela criança estava só de observação, e tomando medicamento porque deveria ser reavaliada posteriormente. Aquele atendimento deveria ser feito em uma unidade de saúde, mas, os pais procuram logo o PAI”, disse a diretora Zoraima Maramalde.

Zoraima Maramalde, diretora do hospital Foto: Cássia Lima

Ela falou que dos 2.610 atendimentos mensais no hospital, 1.800 são demandas dos atendimentos chamados de verde e azul, que são uma classificação mais simples, como tosse. E o PAI dá prioridade para casos mais graves. A unidade recomenda que as crianças sejam levadas a uma UBS.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!