Morto a tiros era investigado por tentativa de homicídio em festa, diz Polícia Civil

Wallace Martins Mourão teria invadido festa de aniversário e atirado contra várias pessoas em novembro do ano passado
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Segundo informações da Delegacia de Crimes Contra Pessoa da Polícia Civil (Decipe), o jovem Wallace Martins Mourão, de 22 anos, executado na noite desta terça-feira (10), no Bairro Pacoval, zona leste de Macapá, era investigado por ter participado de uma tentativa de homicídio. 

O jovem foi assassinado na frente de sua casa, na Avenida Bahia, com pelo menos três tiros que atingiram a região das costas e o pescoço. Testemunhas informaram que os autores chegaram até o local em um carro preto. 

Atiradores teriam chegado em carro preta até a frente da casa de Wallace Martins Mourão. Foto: arquivo pessoal

O delegado Ronaldo Coelho informou que o assassinato do rapaz pode ter sido motivado por vingança. De acordo com o inquérito policial, Wallace Martins Mourão teria invadido uma festa de aniversário em uma residência no Bairro Perpétuo Socorro, na zona leste da capital, no dia 7 de novembro do ano passado e disparado contra várias pessoas. O jovem teria chegado ao local por volta das 23h em um carro branco. Não houve vítimas fatais no caso.

“Não sabemos se há relação, mas essa é a única linha de investigação até o momento. Está dentro de um contexto criminoso. pessoas envolvidas em crimes estão sucessivas a sofrer crimes também”, disse o delegado.

Delegado Ronaldo Coelho: única linha de investigação até o momento. Foto: Olho de Boto

Ronaldo Coelho disse ainda que há suspeitos da execução do jovem sendo investigados, mas que os nomes não serão revelados para não atrapalhar as investigações. Denúncias sobre o caso podem ser enviadas para a Polícia Civil pelo Whatsapp 99202-3000 ou 190. A identidade da fonte será preservada.

Foto de capa: Olho de Boto

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!