Quarto acusado por morte de policial se apresenta ao Ciosp

Marcelo Lopes Cordovil foi indicado por outros três suspeitos como sendo o autor dos disparos
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Marcelo Lopes Cordovil, de 23 anos, um dos acusados de matar o policial civil Asplênio da Costa Ribeiro, se apresentou na madrugada desta quinta-feira (19) ao delegado plantonista do Ciosp do Pacoval, Newton Nunes. O acusado chegou acompanhado de um advogado.

De acordo com o delegado Newton Nunes, Marcelo Lopes Cordovil confirmou envolvimento no crime e disse que portava uma arma de fogo. Porém, ele negou ser o autor dos disparos que mataram o policial.

Marcelo Lopes Cordovil nega ter efetuado disparos contra policial. Foto: Leonardo Melo

O caso será repassado ao delegado Celso Pacheco, responsável pelo inquérito. No final da manhã de quarta-feira (18), três pessoas foram presas durante uma operação das polícias Civil e Militar, nos bairros do Muca e Jardim marco zero. O carro usado no crime foi encontrado em uma oficina de lanternagem.

Em depoimento ao delegado Celso Pacheco, os três presos atribuíram a autoria do crime a Marcelo Lopes .

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!