Desembargador manda Alap dar posse a Haroldo Abdon

Magistrado deixou claro que a única formalização para a posse será o protocolo do mandado de segurança na Assembleia
Compartilhamentos

SELES NAFES

O desembargador Manoel Brito, do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), determinou que o presidente da Assembleia Legislativa, Kaká Barbosa (PRB), dê posse imediata ao suplente Haroldo Abdon (PPL), no cargo de deputado estadual. A decisão é desta quinta-feira (17).

Atendendo ação movida por Abdon, o desembargador deixou claro que a única formalização para a posse será a “protocolização do presente mandado naquela casa legislativa para cumprir a supracitada decisão”.

A posse é no lugar de Mira Rocha (PTB) que, em dezembro do ano passado, teve os direitos políticos cassados pelo TSE por ter recebido diárias de viagens no valor de R$ 800 mil, ilegalmente.

Ainda em dezembro, por ordem da justiça estadual, Kaká Barbosa, que protelava a nomeação de Haroldo Abdon, foi obrigado a chamar o suplente para empossá-lo.

Em fevereiro, Mira Rocha voltou ao cargo com uma liminar do STJ que suspendeu sua condenação pelo TSE.

A Assembleia Legislativa ainda não anunciou quando irá acatar a decisão do desembargador Manoel Brito.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.