Motoristas de transporte por aplicativo fecham a FAB contra alta nos combustíveis

Grupo diz aderir ao protesto dos caminhoneiros e pretende fazer nova manifestação na sexta (25)
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Um grupo de motoristas de aplicativos em Macapá decidiram unir forças com os caminhoneiros e anunciaram que irão paralisar as atividades até o preço dos combustíveis baixar. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (24),  por motoristas do Yet Go e Uber.

O grupo, formado por cerca de 30 pessoas, chegou a interditar a Avenida Fab, em frente à Praça da Bandeira, por volta das 14h.

Assim como os motoristas de caminhões que protestam na capital amapaense e em várias cidades brasileiras, eles se unem com causa nacional da categoria pela redução no preço do combustível. 

Segundo organizadores, protesto foi chamado em outros estados. Foto: André Silva

Segundo os manifestantes, motoristas de outros estados da região Norte do país tomaram a mesma decisão. Os prestadores de serviço se queixam do preço atual do combustível e dizem que se continuar assim não tem como não repassar o aumento aos usuários do serviço.

Benny Sousa, de 44 anos, trabalha com aplicativo há um ano. Ele disse que os preços abusivos provocam um “efeito cascata” na economia. O motorista sugere que o ideal seria aumentar o preço das corridas, mas isso prejudicaria os consumidores.

“Se aumenta o combustível, aumenta tudo. O ideal seria aumentar a tarifa, mas isso não vai acontecer porque a população não tem culpa e sim o governo federal, causador de tudo isso”, protestou o motorista.

Grupo irá convocar novo protesto na sexta (25). Foto: André Silva

Kairo Ribeiro, o “Kairo Moto Taxi”, atua há pouco tempo como motorista de aplicativo, mas como motorista de mototaxi ele atua há mais de cinco anos. Ribeiro disse que o preço do combustível não condiz com a economia do Estado.

É inadmissível que a gente sustente isso. Que o dinheiro tenha que sair do nosso bolso por algo que a gente não fez. A ideia é que a luta não é só pelos caminhoneiros, mas por toda a população “, reforçou Kairo Mototaxi.

Até o fechamento desta matéria, o grupo continuava no local. Os organizadores do protesto estão avaliando em realizar um novo protesto na sexta-feira (25), na Rodovia Duca Serra, na zona oeste da cidade. 

Foto de capa: Kairo Mototaxi

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!