Procon apura aumentos abusivos no preço do combustível no AP

Postos têm sido denunciados por consumidores por reajustes injustificados desde o começo da greve dos caminhoneiros
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

As denúncias sobre aumento injustificado no preço do combustível em Macapá e Santana serão apuradas pelo Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá (Procon/AP).

O órgão informou nesta sexta-feira (25) que irá instaurar procedimento administrativo após receber um grande número de reclamações de consumidores sobre a alta no valor do produto.

Houve disparada no preço dos combustíveis esta semana, reflexo dos protestos deflagrados pelos caminhoneiros em todo o Brasil desde a última segunda-feira (21).

O Procon/AP orienta que os consumidores exijam nota ou cupom fiscal e efetivem a denúncia na sede do órgão, na Avenida Padre Júlio Maria Lombaerd, 2925-D, bairro Santa Rita, em Macapá, de segunda a sexta-feira, de 8h às 13h30.

Em caso de recusa por parte dos estabelecimentos em emitir nota ou cupom fiscal, o consumidor pode procurar o Procon/AP para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Nas reclamações feitas em redes sociais (Facebook e Instagram) do Procon/AP ou pelos telefones 151 e (96) 3312-1010, o instituto orienta que seja informado o nome e endereço do posto de combustível reclamado, para que seja aberto procedimento administrativo.

 Foto de capa: Maksuel Martins/Secom
Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.