Condutora que atropelou jovem na JK tem prisão preventiva decretada

Após o acidente, Lorena de Matos Correa havia se negado a fazer o teste com o etilômetro
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

A mulher que atropelou e matou um jovem que trabalhava em um armazém, na manhã de sábado (2), na Rodovia JK, em Macapá, teve negado durante a tarde o pedido de liberdade provisória pela Justiça.

O juiz de plantão Naif José Maués Naif Daibes, da Comarca de Macapá, decretou a prisão preventiva de Lorena de Matos Correa, de 24 anos. Ela foi encaminhada ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

teve negado o pedido de liberdade provisória. Foto: Olho de Boto

 

De acordo com o tenente Alves Neto, oficial de área do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), a condutora aparentava visíveis sinais de embriaguez e se negou a realizar o teste do etilômetro. O acidente ocorreu por volta das 6h30.

A vítima fatal é Ednaldo Balieiro Palheta, de 25 anos. O rapaz era morador do município de Santana, distante 17 quilômetros de Macapá. Todos os dias, ele pegava ônibus para Macapá, onde trabalhava em um armazém localizado às margens da rodovia.

Ednaldo Balieiro chegava para mais um dia de trabalho. Foto: arquivo pessoal

 

Tenente Alves neto, do BPRE: condutora estava com sinais de embriaguez. Foto: Olho de Boto

O acidente

A rotina de Ednaldo Balieiro foi interrompida quando ele caminhava pelo acostamento, a poucos metros do local de trabalho, quando foi atingido por trás pelo veículo que trafegava no mesmo sentido.

Com o impacto, o rapaz foi arremessado a uma distância de aproximadamente seis metros, ficando gravemente ferido. Ele foi socorrido por uma equipe do Samu, que o levou ao Hospital de Emergências  da capital (HE), onde morreu às 11h de hemorragia interna, em decorrência de múltiplas fraturas.

Equipe do Samu socorreu o rapaz, mas ele não resistiu aos ferimentos. Foto: Olho de Boto

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!