Empresário é encontrado morto em chácara

Carro da vítima foi levado por criminosos e abandonado em bairro da zona sul
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O empresário Rafael Vinícius Quites Camilo, de 31 anos, conhecido como Mineiro, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (26), em uma chácara localizada às margens da Rodovia JK, no Ramal Dois Irmãos, zona sul de Macapá.

Segundo a perícia, o corpo estava jogado no chão, em meio a uma poça de sangue, dentro de um quarto. O corpo apresentava mais de 20 perfurações nas costas e tórax, produzidos por faca.

A vítima foi encontrada às 20h30 pelo caseiro da chácara, que havia saído horas antes para malhar. Por volta das 18h30, o sócio da vítima relatou que também estava na chácara, mas segundo a polícia ele saiu às 19h, deixando o empresário sozinho. A suspeita é de que o crime tenha ocorrido por volta das 20h.

Perícia constatou mais de 20 facadas nas costas e peito. Foto: Olho de Boto

A área da chácara é extensa e toda murada e o portão não tinha sinais de arrombamento. A perícia continua no imóvel nesta quarta-feira (27).

Investigação

Uma equipe de agentes da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil esteve no local, colhendo as informações necessárias para a elucidação do crime.

A princípio, a motivação é de crime de latrocínio, que é o roubo que tem como consequência a morte da vítima. A polícia acredita que o empresário tenha reagido ao assalto, entrando em luta corporal com os criminosos.

Após o crime, os bandidos fugiram no carro da vítima levando vários objetos. O veículo foi encontrado logo em seguida, abandonado na Rua Vênus, no Bairro Jardim Marco Zero. O pneu dianteiro do lado direito estava seco. policiais militares do 1º BPM isolaram o local até a chegada da perícia.

Veículo do empresário foi roubado e abandonado pelos bandidos. Foto: Olho de Boto

Imagens de câmeras de segurança onde o carro foi deixado podem ajudar a polícia a elucidar o crime.

Rafael era bastante conhecido. Um de seus empreendimentos era uma revendedora de veículos, localizada na Rodovia JK. Amigos relataram que ele havia alugado a chácara recentemente e que uma de suas pretensões era ingressar na política este ano.

Até o presente momento ninguém foi preso. O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

Muro alto e cercado da casa dificultaria a invasão de ladrões no local. Foto: olho de Boto

Foto de capa: arquivo pessoal

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.