Estudantes tiram foto fazendo cigarro de maconha na sala

Aluno reincidente foi transferido
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Alunos da Escola Estadual Sebastiana Lenir, localizada no Bairro Buritizal, zona sul de Macapá, fizeram fotos dentro da instituição no momento em que confeccionavam um cigarro, supostamente, de maconha.

O fato teria ocorrido na semana passada. Eles já foram identificados e um deles, reincidente, foi transferido para outra escola, devido o histórico de mau comportamento.

Os garotos que aparecem fazendo o cigarro são maiores de idade, mas a instituição não quis dizer o nome deles.

Direção identificou os do alunos. Foto: André Silva

A coordenadora pedagógica, Kátia Amorim, disse que teve acesso às imagens no sábado à noite e nesta segunda-feira (11) tomou as providencias cabíveis. 

“O rapaz que esta enrolando [o cigarro] é reincidente em várias situações e eu já tinha dado várias chances pra ele. Há documentos que comprovam isso. Vários documentos assinados por ele quando ainda era menor como termo de compromisso”, relatou a coordenadora.

O outro aluno, que aparece na imagem só olhando o colega fazendo o cigarro, não tem histórico de mau comportamento na escola. O fato de estar envolvido no caso surpreendeu a todos, segundo a coordenadora.

“O pai chorou muito, decepcionado com esta situação. O aluno também chorou muito, arrependido. Sabemos que ele vai precisar de ajuda para sair disso”, ponderou a professora.

Kátia Amorim, coordenadora pedagógica: escola conta com apoio da PM e MP em ações de conscientização contra o consumo de drogas entre os alunos

Combate às drogas

Ela contou que a escola vem desenvolvendo políticas de combate ao uso de drogas desde o início do ano. Para isso, a instituição de ensino tem o apoio da Policia Militar, que realiza palestras educacionais. Além da PM, defensores públicos também tem ido até a escola para conversar com os alunos.

“Eles vêm aqui fazer um trabalho não só de coibir o uso, mas de educação. Mostrando os malefícios e conseqüências do uso de drogas”, finalizou a coordenadora.

A escola Sebastiana Lenir atende mais de 1,3 mil alunos nos três turnos.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.