Governo anuncia antecipação do 13º salário para 20 de junho

Estimativa é de que o pagamento de 50% do benefício injete R$ 84,1 milhões na economia.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O governo do Amapá anunciou nesta terça-feira (12) a antecipação da primeira parcela do 13º salário para o dia 20 de junho. A estimativa é de que o pagamento de 50% do benefício injete cerca de R$ 84,1 milhões na economia do estado.

Mesmo com a organização das contas públicas, de acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), o pagamento dos servidores deve continuar parcelado.

“Estamos fazendo um trabalho de controle das contas públicas, de transparência, de retidão fiscal que nos coloca com mais três estados do Brasil como os únicos do país a anteciparem o 13º. Isso ocorre por causa do planejamento fiscal do Estado”, falou o governador Waldez Góes.

O valor corresponde ao adiantamento do décimo terceiro de servidores efetivos estaduais é de R$ 73,9 milhões, federais cedidos ao Estado de R$ 1,7 milhão, de cargos comissionados, R$ 2,3 milhões, de contratos administrativos, R$ 4,2 milhões e trabalhadores da Unidade Descentralizada de Execução (UDE), R$ 1,9 milhão.

Nos anos anteriores, contratos administrativos e trabalhadores da UDE só recebiam o décimo terceiro salário, integralmente, no mês de dezembro. Para o governador, o adiamento só ocorre por causa de um grande esforço.

“Graças a muito planejamento e empenho do governo, prezando pelos direitos e bem-estar da nossa gente, pelo desenvolvimento do Amapá. O cenário ainda é desafiador, mas nós temos o compromisso de não recuar e, sim, de continuar com os investimentos”, frisou.

De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad), até o momento, além do Amapá, os estados do Pará, Paraná e Goiás declararam que vão antecipar a metade do 13º salário.

Auxílio jaleco

O governador confirmou também para junho, o pagamento de R$ 2,3 milhões correspondentes à primeira parcela do auxílio jaleco para 4.256 servidores da Saúde, entre médicos e enfermeiros do Estado, inclusive, os cedidos aos municípios. A outra parcela será efetivada no próximo semestre, como prevê a legislação.

Com o auxílio, existe a previsão de que entre os dias 30 de maio a 20 de junho girem no Estado aproximadamente R$ 270 milhões.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!