Hospitais e UPAs terão reforço de profissionais durante os jogos da Copa

Hospital de Emergências aumentará em 20% a equipe de profissionais.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A Copa do Mundo vai alterar não só o funcionamento de órgãos públicos administrativos, como também o atendimento em hospitais. Por causa da expectativa para os jogos, o governo do Amapá aumentou para 20% a equipe de técnicos e enfermeiros do Hospital de Emergências de Macapá. Outras unidades também terão mudanças.

A atenção à saúde deve-se ao aglomerado de pessoas e aumento no consumo de bebidas alcoólicas, o que provoca maior fluxo hospitalar. O HE já montou escalas de plantões e sobreavisos para as demandas de urgência e emergência.

PAI

O reforço de profissionais também ocorrerá nas demais unidades de pronto socorro. O Pronto Atendimento Infantil (PAI) estará atuando com 16 médicos, sendo nove pela manhã e à tarde, e sete durante a noite, além de enfermeiros e técnicos de enfermagem.

UPA Zona Sul

A unidade manterá o atendimento 24 horas com dois médicos por plantão, além do suporte com a equipe de enfermagem e técnicos, para prestar assistência de média complexidade considerada de urgência e emergência.

UPA Zona Norte

A unidade tem reforço a partir desta sexta-feira (15), quando passam a atuar 16 profissionais na UPA, sendo nove técnicos de enfermagem, três enfermeiros e quatro médicos. Outro médico fica de sobreaviso, caso haja necessidade por aumento de demanda.

Hospital Estadual de Santana

Como o segundo maior município do estado, Santana terá grande concentração de torcedores. Por isso, a unidade manterá equipes em escala de plantões e sobreaviso para garantir a assistência na porta de emergência.    

Hospital de Laranjal do Jari

A unidade aumentará em 20% o reforço de profissionais destinados à urgência e emergência com atendimentos em quatro turnos (manhã, tarde, noite e madrugada).

Hospital Estadual de Oiapoque

A unidade manterá as escalas de plantão e sobreaviso com médicos clínicos, pediatras, cirurgião geral e anestesista, além de enfermeiros e técnicos com atendimentos em quatro turnos (manhã, tarde, noite e madrugada). Se houver necessidade de mais reforço na equipe, o hospital incluirá mais profissionais na assistência.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!