Professores de Macapá paralisam por 3 dias

Movimento pede reajuste e progressão para a categoria
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Os professores, auxiliares e assistentes da rede municipal de Macapá iniciaram, nesta quarta-feira (6), uma paralisação para pedir melhorias salariais e de trabalho. Os trabalhadores se concentraram na Praça da Bandeira e depois seguiram para a frente da prefeitura da capital.

De acordo com a categoria, o ato é para pressionar o Município a conceder o reajuste no Índice de Preço ao Consumidor (IPCA), já reduzido pela classe, de 17% para 7%, e mais uma progressão (2%) para os profissionais.

Professores se reuniram em frente à PMM. Fotos: ascom Sinsepeap

Segundo Iaci Ramalho, presidente da executiva municipal do Sindicato dos Professores (Sinsepeap), a categoria está demonstrando flexibilidade nas negociações, mas a prefeitura tem se mostrado resistente aos acordos.

Em contato com a reportagem do portal SELESNAFES.COM, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), informou que as aulas nas escolas da rede seguem regularmente e que as turmas afetadas pela paralisação parcial terão aulas repostas por meio de planejamento entre as coordenações pedagógicas e professores.

 

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.