Envolvidos na emissão de atestados falsos em UPA’s são alvos de operação

Investigados responderão pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público e associação criminosa
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Foi deflagrada na manhã desta quina-feira (30), em Macapá, a Operação Hipocondria, da Polícia Federal. O objetivo da ação é desarticular uma associação criminosa que atua na falsificação de atestados médicos na capital. 

Um mandado de prisão e dois de apreensão estão sendo cumpridos. A investigação do Ministério Público Federal tramita em segredo de justiça. Não foram divulgados os locais em que os mandados foram cumpridos.  

O inquérito aponta que atestados falsos são emitidos com o timbre das Unidades de pronto Atendimento (UPA). Os documentos seriam fornecidos para servidores públicos abonarem faltas injustificadas ao serviço e evitar prejuízos financeiros com a ausência no trabalho. 

De acordo com a PF, os investigados responderão pelos crimes de estelionato em detrimento de entidade de direito público, falsificação de documento público e associação criminosa. Quem for condenado poderá cumprir até 15 anos de reclusão.

Foto de capa: arquivo SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!