Mulher denuncia ex após ameaça de morte em ônibus

Vítima entrou correndo na sede do BPRE, temendo nova ameaça do ex-companheiro
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

Na manhã desta quarta-feira (29), Janderson Machado da Silva, de 24 anos, foi preso por policiais do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), no Bairro Santa Rita, área central de Macapá. Ele é suspeito de ameaçar e tentar desferir golpes de faca na ex-companheira dentro de um ônibus.

A ocorrência foi atendida pelo tenente Oliveira e pelo sargento Paes. Segundo o tenente Oliveira, a vítima, de 23 anos, entrou correndo e chorando na sede do BPRE. Ela informou que o ex-companheiro tinha acabado de ameaçá-la e tentou matá-la com uma faca.

Já saturada da situação, a vítima solicitou apoio policial para ir até a Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM) registrar o boletim de ocorrência.

“Quando estávamos em deslocamento para a delegacia, o indivíduo foi avistado em frente ao trabalho da ex-companheira, o que indicava que ele a aguardava para cometer o pior. Então o abordamos e em revista encontramos uma porção de substância supostamente entorpecente, tipo maconha. Mas a faca não foi encontrada. Tudo indica que ele provavelmente se livrou da mesma ao perceber a aproximação da guarnição”, disse Oliveira.

Mulher diz que largou o infrator por causa das drogas e que quer seguir a vida. Fotos: Rodrigo Indinho

Uma equipe do 6°BPM foi acionada para auxiliar na ocorrência e conduzir o acusado ao Ciosp do Pacoval.

“Eu não fiz nada, ela confundiu as coisas sou um cara trabalhador. Onde que eu vou matar minha esposa, o amor da minha vida?! vivemos há anos e só nos separamos por besteira. Lá sei de faca e essa maconha comigo é minha mesmo, pra meu consumo e não nego. Ela está mentindo mas eu a amo”, disse o acusado.

Após ser localizado perto do trabalho da vítima, Janderson Machado da Silva foi levado ao Ciosp

Na delegacia, a vítima disse que não é a primeira vez o homem faz ameaças de que vai tirar sua vida, e que o deixou há cerca de dois meses por causa de drogas.

“Me separei depois de oito anos dele porque não aguentava mais esse consumo de drogas e a forma como me maltratava. Ele já puxou uma faca pra mim e vive me ameaçando, inclusive na casa da minha mãe. Hoje ele me seguiu e dentro do ônibus me ameaçou e disse que vai me matar. Não sei mais o que fazer. Graças a Deus, não me fez nenhum ferimento, mas quero distância e seguir minha vida trabalhando e vivendo em paz”, disse emocionada a vítima.

O acusado foi apresentado na delegacia de crimes contra a mulher e posteriormente será encaminhado para a delegacia de Santana que ficará responsável pelo caso.

Foto de capa: Rodrigo Indinho

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.