Pânico em escola de Macapá

Criminoso mantém três reféns na Escola Hildemar Maia, no Bairro do Trem
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA, com colaboração de RODRIGO INDINHO

Um criminoso está mantendo reféns dentro de uma escola no Bairro do Trem, na área central de Macapá, desde às 15h desta terça-feira (14).

A Escola Municipal Hildemar Maia fica na Avenida Cônego Domingos Maltês, e foi invadida pelo bandido armado depois que ele se envolveu em um acidente. O carro que ele conduzia ficou desgovernado e bateu em um poste, que caiu. 

Segundo testemunhas, o bandido invadiu uma sala de aula que estava cheia de crianças, e permitiu que os alunos saíssem. Contudo, ele decidiu manter três funcionários sob a mira de um revólver. Os reféns seriam dois homens e uma mulher, sendo um professor, uma servente e um funcionário do setor de informática da escola.

Crianças foram levadas para uma escola particular próxima do colégio invadido. Fotos: Rodrigo Indinho

Equipes de vários batalhões da Polícia Militar cercaram a escola, mas ainda não iniciaram a negociação com o criminoso. Ele pediu a funcionários da escola que chamassem a imprensa, e disse que vai se entregar. Agora há pouco chegaram à escola uma mulher que seria a esposa dele, e um advogado.

De acordo com a PM, o criminoso e um comparsa estavam em fuga depois de um assalto frustrado a uma agência do Banco do Brasil. O parceiro dele conseguiu fugir.

“Quando os funcionários viram que ele estava armado eles trataram de evacuar a escola. Todas as crianças foram retiradas e não foram feridas. O bandido já foi identificado, é reincidente nessa natureza de crime com roubo e reféns há cerca de 3 anos no Bairro do Marabaixo 3”, comentou o tenente Jonas, do Bope. A negociação começou por volta das 16h.

PM cercou a escola

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!