Parada do Orgulho LGBT terá mês inteiro de programação

Cerimônia de lançamento da programação ocorreu nesta quarta-feira (1)
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

Na tarde desta quarta-feira (1), a comissão organizadora da 18ª Parada do Orgulho LGBT de Macapá fez o lançamento da identidade visual do evento no auditório do Ministério Público. A parada acontece no domingo (26), mas durante todo o mês de agosto haverá uma vasta programação.

Este ano a Parada LGBT terá como tema Resistir, Conquistar, Avançar: com elas, por elas e para elas. O foco é buscar a visibilidade à luta das mulheres LBT (Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

Coordenador geral adjunto da Parada do Orgulho LGBT, André Lopes. Fotos: Rodrigo Indinho/Seles Nafes.com

“Escolhemos esse tema porque o movimento LGBT do estado surgiu com as mulheres lésbicas através do grupo Ghata [Grupo de Homossexuais Tildes do Amapá], e, pra nós, é de extrema importância fazer esse reconhecimento nessa maioridade e colocar em pauta a violência que essas mulheres lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais sofrem nesse processo de construção dessa luta diária contra as LGBTfobias”, explicou o coordenador geral adjunto da Parada do Orgulho LGBT, André Lopes, 32 anos.

Integrante das Ong’s LGBT GHATA e ProVida, uma das mulheres pioneiras é Simone Jesus, 50 anos, emocionada ela fala da luta diária.

Simone Jesus é uma das mulheres pioneiras no movimento no Amapá

“Nós estamos na luta por direitos humanos há mais de 18 anos, vamos marchar e falar de nossas conquistas, o que precisamos conquistar e o que temos de políticas públicas para as mulheres LBT, sou de família tradicional e tive que me mudar para o Amapá por não aceitarem minha opção, os amapaenses me acolheram super bem, sou pioneira nessa luta e digo, avançamos, estamos resistindo, mas ainda precisa de muito, então esse tema veio em boa hora”.

Lançamento da programação ocorreu no auditório do MP-AP

O lançamento contou ainda com Roda de Conversa Resistir, Conquistar, Avançar: com elas, por elas e para elas!, e apresentação da cantora Michele Maycoth. A realização da parada 2018 é de diversas entidades do Movimento LGBT, com o apoio da Prefeitura de Macapá e o Governo do Estado.

Evento também apresentou material que será usado durante a programação

Programação

Dia 1º – Lançamento da programação

Hora: 16h

Local: Auditório do Ministério Público do Amapá

Dias 9, 16 e 23 – Quinta Pink

Hora: 18h

Local: Sede da Associação dos Funcionários da Seinf, na Rodovia JK

Dia 14 – Cine Debate

Hora: 19h

Local: Auditório da Unopar

Dia 15 – Quarta Lilás

Hora: 19h

Local: Bar e restaurante Atlântico

Dia 18 – Chá de Ideias

Hora: 15h

Local: Bunker Desclassificáveis, no Santa Rita

Dia 18 – Cabaret da Diversidade

Hora: 18h

Local: Bunker Desclassificáveis, no Santa Rita

Dia 19 – Feijoadíssima

Hora: 10h

Local: Sede da Associação dos Funcionários da Seinf, na Rodovia JK

Dia 19 – Jogos da Diversidade

Hora: 10h

Local: Sede da Associação dos Funcionários da Seinf, na Rodovia JK

Dia 22 – Parada Preta

Hora: 19h

Local: Sankofa

Dia 23 – Carta Compromisso

Hora: 9h

Local: Ministério Público do Amapá

Dia 23 – Desfile

Hora: 19h

Local: Amapá Garden Shopping

Dia 24 – Marcha LBT

Hora: 16h

Local: concentração na Praça da Bandeira, Centro

Dia 24 – Sexta da Diversidade

Hora: 19h

Local: Praça do Coco

Dia 24 – Pré Parada

Hora: 22h

Local: Sede da Associação dos Funcionários da Seinf, na Rodovia JK

Dia 25 – Viada Cultural

Hora: 19h

Local: Praça do Coco

Dia 26 – Parada do Orgulho LGBT

Hora: 15h

Local: Complexo Araxá

Dia 26 – Pós Parada

Hora: 22h

Local: Boate Seven

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!