Estado cria grupo para manter Amapá livre da aftosa

A campanha de vacinação contra a febre aftosa começou no dia 15 de setembro e segue até 15 de novembro
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Representantes de vários órgãos ligados ao setor pecuário do Amapá formarão um grupo para intensificar ações que mantenham o Estado com status sanitário de “livre de febre aftosa por vacinação”.

O reforço vai acompanhar os indicadores da campanha de vacinação que está em curso e se encerra no dia 15 de novembro, quando será feita a avaliação do desempenho da vacinação e serão deliberadas as ações que devem ser adotadas para melhorar a campanha no estado no próximo ano.

“O grupo deverá se reunir, periodicamente, para avaliar como está a campanha de vacinação contra a febre aftosa no estado, assim como tratar de ações que poderão ser intensificadas para que o objetivo dela seja alcançado”, frisou o diretor presidente da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária (Diagro), José Renato Ribeiro.

Também integram o grupo a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e a Superintendência Federal da Agricultura no Estado do Amapá, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Associação dos Criadores do Amapá e o Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Vacinação

A campanha de vacinação contra a febre aftosa começou no dia 15 de setembro e segue até 15 de novembro. A expectativa da Diagro é imunizar aproximadamente 340 mil animais, entre bubalinos e bovinos.

A vacina pode ser adquirida em lojas especializadas no ramo agropecuário e pode ser aplicada pelo próprio pecuarista. O produtor tem até o dia 25 de novembro para fazer a declaração de imunização do gado na Diagro.

 

Foto de capa: Arquivo/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!