Estudante do AP busca aprovação para feira de ciências nos EUA

Com pesquisa sobre produção de alimentos, Caio Vinícius de Souza e professor participam pela segunda vez da Mostratec, em Novo Hamburgo
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Caio Vinícius de Souza, estudante do segundo ano do ensino médio da Escola Estadual Profº. Gabriel de Almeida Café, no Centro de Macapá, é categórico: no Amapá, em escola pública, é possível sim produzir tecnologia para melhorar a realidade local e também de outros países.

O aluno da rede estadual de ensino e dois professores apresentarão, na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) 2018, a pesquisa intitulada “Análise comparativa de esterco animal através de aquecimento suplementar: um estudo avaliativo na qualidade da produção agrícola’”.

O evento científico acontece entre os dias 22 e 26 de outubro, na cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Se o projeto sair vitorioso, eles serão credenciados para outra feira nos EUA.

Pesquisa é desenvolvida com adubo animal na produção de alface. Fotos: Secom

A pesquisa foi desenvolvida ao longo de 4 meses, sob orientação do professor biólogo Aldeni Melo de Oliveira e coorientado pela professora bióloga Helyone Sarita das Mercês Lima.

O estudo trata da utilização de fezes liberadas por animais, como adubo, para melhorar a produtividade agrícola de pequenos produtores de alimento. 

“Utilizamos pés de alface para os experimentos. Durante 25 dias, um dos grupos de amostra do adubo, resultou no desenvolvimento de 100% do crescimento das folhas e raízes de alface. Em outro grupo o resultado foi de 93% no crescimento das folhas de alface. Isso mostra o alto potencial de produção de alimentos em um período curto de tempo usando essas compostagens. Uma boa alternativa para agricultores e, também, para países que enfrentam a fome”, destacou o professor Aldeni Melo.

Estudo durou quatro meses e foi orientado por professores da Escola Gabriel de Almeida Café

Caio Vinícius de Souza e o professor Aldeni Melo há haviam conseguido na edição anterior da Mostratec credenciamento para Feira Internacional de Ciências e Engenharia Intel-Isef, realizada nos Estados Unidos. Na época, a dupla apresentou o projeto Energia Solar Fotovoltaica.  A proposta ambiental sustentável dessaliniza a água usando energia solar. O projeto surgiu a partir da realidade vivida pelas famílias da Vila do Sucuriju, no município de Amapá. 

“Vamos para a Mostratec querendo repetir o feito do ano passado e conseguir o credenciamento para a Intel-Isef 2019″, disse o estudante.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!