Na Floriano, vândalos poluem lagoa e depredam espaços

Apesar de várias lixeiras, desrespeito com o espaço é visível
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

Visitantes denunciam o descarte irregular de lixo e entulho às margens da lagoa que fica em meio a praça Floriano Peixoto, no Bairro do Trem, área central de Macapá. Eles afirmam que a falta de educação de alguns frequentadores vem causando o crime ambiental e a depredação do local.

A dona de casa Maria José, de 42 anos, levou a família para fazer algumas fotos na praça que, para ela, é um local bonito, mas afirma que quando chegou e se deparou com os problemas se sentiu envergonhada.

Pedalinhos entre o lixo…

 

… e garrafas e latas de bebidas compõem um ambiente que devia ser belo. Fotos: Rodrigo Indinho

“Aqui é o coração da cidade, então trouxe as crianças para passear no patinho e está aí, no meio do lixo e no fundo do lago, ainda podemos presenciar os postes no chão e colchões velhos pela praça. Desse jeito não tem como fazer os registros. São coisas simples de resolver e espero que sejam feitos reparos para a população poder usufruir tranquilamente”, lamentou Maria José.

A estudante Beatriz Cardoso, de 19 anos, é filha de dona Maria José e chegou recentemente no Amapá. A jovem diz que os frequentadores são os principais responsáveis pela praça estar nessa situação e pede a conscientização dos demais visitantes.

Colchões pela praça…

 

… e postes pelo chão

“É falta de conscientização das pessoas, porque na praça existem várias lixeiras. Suponho que quando os frequentadores viessem passear poderiam trazer sua sacolinha para por seu lixo, e a prefeitura poderia realizar ações e fiscalizar também para conscientizar esse povo sem educação, assim todos nós ganharemos”, disse Beatriz.

Dona Maria José (camisa cor de rosa) com a família: impossível tirar fotos com tanta poluição

Prefeitura de Macapá

Em relação às demandas da Praça Floriano Peixoto, a Prefeitura de Macapá esclareceu que a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob) encaminhará equipes para fazer o levantamento dos bens deteriorados no espaço. A Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur) já enviou equipes para fazer a limpeza do local.

Mesmo com lixeiras por toda a praça, vândalos preferem sujar espaço público

O Instituto Municipal de Turismo (Macapatur) está com processo de licitação em andamento para a terceirização e manutenção dos pedalinhos e a Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM) está todos os dias pela manhã, tarde e noite fazendo ronda pelo local. A prefeitura informa ainda que o despejo de lixo em logradouros e praças públicas pode gerar multa de até R$ 2 mil, e o infrator poderá ser conduzido à delegacia mais próxima e responder por crime ambiental. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 99147-1050.

Prefeitura está finalizando licitação que terceiriza serviço dos pedalinhos

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!