Perícia investiga morte de feto de 6 meses

Mãe levou para a maternidade feto morto em uma caixa de sapato
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

A Polícia Técnico-Científica do Amapá (Politec) tenta esclarecer as circunstâncias da morte de um feto de seis meses, nesta quinta-feira (4). Ele foi levado para Maternidade Mãe Luzia, em uma caixa de sapatos. 

Uma testemunha, que não será identificada, contou que a mãe do feto, uma jovem de 19 anos, também com a identidade preservada, chegou a dar à luz na privada de sua casa, e matou o bebê que era do sexo feminino. A versão é contestada pela mãe da jovem.

O caso aconteceu por volta de 8h desta quinta-feira, no Bairro Cidade Nova, na zona leste.

“A vi indignada, transtornada e sem saber como agir. Estava completamente descontrolada e acabou tirando a vida de uma criança inocente”, disse a testemunha.

A mãe da jovem estava na maternidade após registrar boletim de ocorrência e aceitou conversar com a reportagem do portal selesnafes.com, porém, sem se identificar. Ela disse que não sabia que a filha estava grávida.

Mãe da jovem registrou ocorrência Foto: Rodrigo Indinho

“Todos lá em casa trabalham e chegam tarde, menos ela. Como ela tem uma bebê pequena, não imaginávamos que estaria grávida, estou arrasada porque, mesmo com a dificuldade, daríamos um jeito de cuidar [do bebê]”, afirmou a mãe da jovem.

Segundo a mulher, que tem 46 anos, a versão denunciada precisa ser averiguada. Ela acredita que tenha havido um aborto, mas não sabe se espontâneo ou induzido.

“Concordo que ela teve a bebê na privada, mas, não sei se matou, pois ainda não consegui conversar com ela. Só a perícia poderá dizer, por isso, eu trouxe a bebê enrolada em um lençol dentro da caixa de sapato. Se foi aborto quero saber qual o motivo e quem a ajudou, que tomarei as medidas necessárias”, falou a mulher.

Até esta publicação, a direção da maternidade não havia se posicionado sobre o caso. A família aguarda o laudo da Politec.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!