PM do AP prende procurado em rede nacional por morte da esposa

Criminoso passou por quatro outros estados antes de fixar moradia na zona rural do Estado
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem de 48 anos foi preso no interior do Estado do Amapá, acusado de matar a esposa no dia 06 de fevereiro de 2018, na cidade de São Paulo/SP. Após o feminicídio, o marido da vítima, João Antônio Neto de Sousa Amorim, desapareceu.

A prisão ocorreu na segunda-feira (8), no Distrito de Carnot, localidade distante 374 quilômetros de Macapá. No entanto, devido a falta de comunicação com a zona rural, o caso só chegou ao conhecimento da imprensa na terça-feira (9).

Segundo moradores da comunidade, um homem com as mesmas características de João Neto foi mostrado em um programa da TV Record, exibido em rede nacional, como sendo o autor do homicídio.

Na foto divulgada pela PM, o rosto do acusado não foi revelado. Fotos: reprodução

O fato foi denunciado aos Militares do 12° Batalhão que, através das imagens do programa Cidade Alerta/SP e com ajuda de moradores, conseguiram identificar e localizar o foragido.

Sem revelar detalhes, João Antônio Neto confessou à polícia ter assassinado a esposa na cidade de São Paulo, onde moravam e que, após o feminicídio, usando identidade falsa, fugiu passando pelos estados da Bahia, Piauí, Maranhão, Pará, até chegar no Amapá, onde fixou morada na zona rural.

Diante das evidencias, o criminoso foi preso e apresentado na delegacia do município de Calçoene, onde aguarda o recambiamento para o Estado de São Paulo.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.