Randolfe atribui mais de 260 mil votos por ter honrado AP

Parlamentar da REDE teve mais de 60 mil votos a mais que na votação de 2010
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

Randolfe Rodrigues (REDE) foi o mais votado na disputa ao Senado no Amapá na eleição de domingo (7). O parlamentar conseguiu a reeleição com o expressivo resultado de 264.798 votos (37,96%). A votação é superior a de 2010, quando conquistou o primeiro mandato.

Ao portal SelesNafes.com, Rodrigues fez um rápido balanço de seu primeiro mandato e apontou que a responsabilidade agora é maior.

A que o senhor atribui a grande votação?

Vou citar uma poesia do Fernando Pessoa, que eu sempre cito: “não sou nada, não serei nada, não pretendo ser nada, a partir de tudo isso, carrego todos os sonhos do mundo”. Um representante do povo não existe por si só, existe para ser um representante dos cidadãos, no meu caso dos interesses dos amapaenses. Eu sou o resultado disso. O que eu fiz nesses oito anos foi honrar com o serviço designado pelos amapaenses. Cumpri o que foi designado em 2010 com muito amor e dedicação e, sobretudo, sem medo. Os amapaenses me entregam a maior honra da minha vida, ser reeleito com mais de 260 mil votos.

Senador Randolfe Rodrigues: mandato representa interesses dos amapaenses. Fotos: Gê Paulla

O que esperar de um segundo mandato?

A minha responsabilidade é gigantesca. Eu posso assegurar a todos os amapaenses que, mais uma vez, eu vou honrar, dedicar manhãs, tardes e noites para dignificar esse povo que é a maior mistura de povos que se formou nessa margem esquerda de Rio Amazonas. Esse belíssimo e imenso Amapá de 143 mil quilômetros quadrados, de mais de 800 mil habitantes; esse povo que sofre com a desigualdade de 20% de sua população e padece sobre desemprego. Esse povo que tem uma história fabulosa de conquistas uma história fenomenal dos primeiros povos que aqui ocuparam, antes da chegadas dos portugueses, por volta de 800; esse povo merece ter mandatos para honrá-los dignificá-los e  para os orgulhar. 

E quais os compromissos que o senhor firma com os eleitores a partir de 2019?

O que eu faço não é em função de mim, é em função do povo do Amapá. Eu não sou nada a não ser a síntese da vontade do povo amapaense e entregam a mim e aos colegas suplentes da chapa, Alberto Davi e Pastor Gaia, uma responsabilidade muito maior. Vamos trabalhar em dobro, se valeu muito o que já fizemos até agora, valerá mais o que será feito. O que me comprometo com os amapaenses, é ter humildade é trabalhar primeiro com honestidade e depois trabalhar para que a vida de dessas gerações e as gerações que virão possam ser sempre melhor. Esse é o meu dever e é o minimo que eu posso devolver, por tanta generosidade e tanto carinho que temos recebido.

Com a família após a divulgação do resultado

Biografia

Randolph Frederich Rodrigues Alves é professor, tem 45 anos e é natural de Garanhus, Pernambuco. Formado em história e direito, foi deputado estadual no Amapá por duas legislaturas (1999-2002 e 2003-2006), ambas pelo Partido dos Trabalhadores Em 2010, foi eleito senador pelo PSOL, com 203.259 votos. Na época foi o mais jovem senador do país. Em 2015, sai do PSOL após 10 anos no partido e ingressa na REDE.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.