TSE confirma impedimento do Patriota, que irá ao Supremo

TRE teve decisão anterior confirmada
Compartilhamentos

SELES NAFES

Partidos que estavam irregulares na data das convenções não poderão mesmo participar das eleições. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta-feira (5), ratificando uma decisão anterior do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá a respeito do Patriota. A direção da legenda anunciou que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

(…) Os respectivos órgãos estaduais estavam suspensos nas datas da convenção e formalização dos registros de candidatura por causa da não prestação de contas relativas a anos anteriores”, informou o Ministério Público Eleitoral, referindo-se também ao PCO de São Paulo, que também teve o caso julgado ontem.

Os ministros do TSE entenderam que o Patriota não tomou as providências necessárias para viabilizar a regularização das contas dentro do prazo, e negaram o recurso contra a decisão do TRE-AP.

No Amapá, o Patriota registrou candidatos de deputados federais e estaduais, mas encontrou a impugnação do MPE por contas não prestadas referentes a 2015.

O vice-procurador geral da República, Humberto Jacques, argumentou que o partido buscou regularizar a situação apenas em agosto, após a formalização das candidaturas. Ele também chamou a atenção para a necessidade de os partidos serem zelosos com a prestação de contas, já que recebem recursos públicos.

Promotor Moisés disse que dispositivo impeditivo é inconstitucional. Foto: Arquivo/SN

Jurisprudência

O candidato a deputado federal pelo Patriota, Promotor Moisés, disse que o dispositivo que determina a prestação de contas até a data das convenções já foi considerada inconstitucional pelo ministro Gilmar Mendes, do STF, durante julgamento de uma ação movida por outro partido político.

“Embora exista também a mini reforma eleitoral que revogou esse dispositivo. A única penalidade que o partido sofreria seria de multa”, comentou ao portal SelesNafes.Com o Promotor Moisés.

O candidato informou que a campanha dos candidatos do Patriota vai continuar sendo realizada normalmente, quando o recurso não é julgado. 

 

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!