Após homicídio, pacientes se sentem mais seguros com detectores de metal no HE

Aparelhos começarão a funcionar na semana que vem depois de um treinamento para funcionários
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

A Secretaria de Estado da Saúde do Amapá (Sesa) cumpriu o que havia anunciado e já instalou portões com detectores de metal na entrada do Hospital de Emergências de Macapá. Os equipamentos ainda não estão em funcionamento porque os funcionários passarão por capacitação.

O portal SelesNafes.com esteve no HE nesta quinta-feira (8) e conversou com pacientes e acompanhantes sobre as novas medidas de segurança. O reforço se deu após um adolescente entrar no local, no último sábado (3), e ter executado com arma de fogo um criminoso que estava internado, recuperando-se de uma cirurgia.

Agentes do Iapen farão capacitação com servidores para concluir instalação Fotos: Rodrigo Indinho

O mototaxista Lázaro dos Santos, de 47 anos, sofreu um acidente de trânsito e aguarda um procedimento cirúrgico no hospital. Ele diz que se sente mais seguro com a instalação dos novos aparelhos.

“Com certeza se torna melhor e mais seguro para aqueles que estão internados. A gente podia perceber uma grande facilidade das pessoas entrarem aqui, tanto que não foi a primeira vez que aconteceu. Mas creio que quando começarem a funcionar a segurança aqui vai melhorar”, disse confiante o mototaxista.

Lázaro dos Santos: pacientes se sentem mais seguros

A funcionária de serviços gerais Marlene dos Santos, de 51 anos, é acompanhante de uma paciente. Para ela, a medida já era para ter sido tomada há bastante tempo.

“Se tivessem medidas de segurança anteriormente teria evitado várias coisas. Pelo menos estão tomando providências para evitar eventuais acontecimentos trágicos para quem está internado, para quem visita e para quem trabalha. Espero que consigam melhorar sempre”, disse Marlene.

Marlene dos Santos: medida poderia ter sido tomada antes dos crimes

Criminoso que se recuperava de tiro foi executado dentro do HE

O hospital informou que aguarda os funcionários da empresa terceirizada passarem por uma capacitação que será realizada por profissionais do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). No início da próxima semana, os aparelhos estarão em funcionamento.

Novas medidas serão tomadas gradativamente para melhorar a segurança na unidade de saúde, segundo a direção.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.