Aprovado em peneira do Vasco, “Neymarzinho” do AP está perto do sonho

Aluno de escolinha de futebol do Jardim Açucena viaja ao RJ em 2019 para novos testes
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O aluno de uma escolinha de futebol do Residencial Jardim Açucena, Geanderson Oliveira, 11 anos, foi aprovado na peneira do clube de futebol carioca Vasco da Gama. Em janeiro de 2019, ele, acompanhado do pai, embarcará para a cidade maravilhosa.   

Geanderson é mais conhecido na escolinha como “Neymarzinho”, em alusão ao craque da Seleção Brasileira e do PSG. O apelido surgiu por conta do talento com a bola do menino macapaense.

Escolinha de Futebol do Jardim Açucena tem 60 alunos Foto: ascom PMM

Com apenas 1,20 de altura, estudante do 5º ano da Escola Estadual Reinaldo Damasceno, “Neymarzinho” diz que é um bom aluno.

“Tiro boas notas, mas o que quero é que esse sonho dê certo, estou muito feliz em poder representar meu estado no Rio de Janeiro, meu pai irá junto comigo, é um começo. Agradeço a todos do projeto que estão nos apoiando”, enfatiza.

Projeto

Ele participa, junto com outros 60 garotos do residencial, na zona sul de Macapá, do projeto Escolinha de Futebol do Residencial Jardim Açucena, que é executado pela prefeitura, no próprio habitacional. O projeto funciona há dois meses dentro do Jardim Açucena e faz parte do Plano Conviver Bem, que consiste em integrar as famílias que residem no local em um ambiente harmônico.

As aulas da escolinha são ministradas às terças e quintas-feiras pelo professor Benedito Silva, que também é morador do Jardim Açucena. 

Neymarzinho do AP: em busca de um sonho no RJ

Para participar do projeto, os alunos precisam ter bom rendimento na sala de aula e recebem uma cartilha de direitos e deveres para poder se manter. As chuteiras, meiões, caneleiras, shorts e uniformes são todos custeados pela prefeitura. Os alunos também contam com acompanhamento pedagógico.
 
“Neymarzinho tem uma disciplina e uma alegria maravilhosa, além da habilidade. Estávamos aqui treinando e um olheiro do São José Esporte Clube o enxergou e viu a possibilidade do garoto, e ele foi selecionado e aprovado. Espero que mais garotos também possam ser vistos, nossa dedicação é intensa”, afirma o professor.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.