Bebê é encontrado morto em cisterna; médico indica abuso

Três suspeitos foram encaminhados para exames na Politec
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma criança foi encontrada morta dentro de uma cisterna no início da tarde desta quarta-feira (7), em um sítio localizado no ramal da Escola Agrícola do Distrito do Coração.

A vítima, uma menina de 1 ano e 8 meses, foi encontrada pela mãe, que trabalha como cozinheira da chácara.

Pais e homens presentes na chácara prestaram depoimento na delegacia de Santana Fotos: Olho de Boto

Ela, o marido e mais três homens, que estavam trabalhando no local, foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Em seguida, foram encaminhadas para a Delegacia Especializada em Crimes Contra Mulher (DECCM), na capital.

Segundo relatos dos militares do 4ºBPM, que atenderam a ocorrência, o médico de plantão constatou violência sexual. A criança teria sido abusada e jogada, já morta, dentro da cisterna.

Os pais da vítima negam a versão apresentada pelo médico. Eles ainda levaram a criança até o Hospital de Emergências de Santana, mas já era tarde.

Pai da criança: ele e a mãe declararam não confiar na versão de abuso

Os suspeitos são os três homens que trabalham na chácara: o gerente e dois caseiros. O trio será encaminhado para exames na Politec e a prisão depende do resultado do procedimento.

Segundo a polícia, a previsão é que o exame saia ainda hoje.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.