PF faz operação de combate ao comércio de minério radioativo no Amapá

Quatro mandados de busca foram cumpridos em Macapá
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Superintendência da Polícia Federal no Amapá confirmou na manhã desta quinta-feira (22) que realizou uma operação para apreender material que será incluído no inquérito que investiga o comércio ilegal de material radioativo. A operação foi batizada de “Uranita”.

Há poucas informações a respeito da operação. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em bairros de Macapá. O material apreendido não foi divulgado, mas a PF confirmou que as negociações estariam ocorrendo pelo WhatsApp.

Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal de Macapá, e os investigados poderão ser processados por associação criminosa e receptação.

O Amapá possui jazidas de minérios radioativos, especialmente entre os municípios de Porto Grande e Serra do Navio, onde há relatos de existência de torianita até na superfície. Entre 2004 e 2008 foram feitas várias apreensões e prisões de pessoas transportando o material clandestinamente pela BR-210. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!