Polícia Federal fecha garimpo na fronteira com a Guiana

Foram cumpridos três mandados de prisão, também em Macapá
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Federal no Amapá informou, nesta quarta-feira (7), que encerrou as atividades num garimpo clandestino localizado no município de Oiapoque, bem na fronteira com a Guiana Francesa.

A Operação Japeusá, expressão indígena que significa “trapaça”, cumpriu três mandados de prisão e oito de busca e apreensão.

Os mandados foram cumpridos em Oiapoque e Macapá. Os nomes dos investigados não foram divulgados, mas eles tiveram as contas bancárias bloqueadas.

As investigações começaram há um ano quando a PF e o Exército prenderam suspeitos com ouro clandestino em Oiapoque. Segundo a polícia, os acusados ainda tentaram legalizar o minério, mas tiveram os pedidos negados pelos órgãos competentes.

Policiais cumpriram 11 mandados, ao todo. Foto: PF/Divulgação

Mesmo assim, eles continuaram fazendo a extração ilegal no garimpo do Duda, que fica a 3 horas de barco da sede do município de Oiapoque, no Rio Cricou.

“(…) Continuaram atuando irregularmente e cometendo uma série de crimes, o que resultou no pedido de prisão decretado pela Justiça Federal”, informou a PF, em comunicado à imprensa.

Os acusados responderão por crimes ambientais, contra a ordem econômica, usurpação de bem da união, extração ilegal de minérios, entre outros.

O grupo vinha sendo investigado pela PF e Ministério Público Federal. A operação de hoje contou com apoio da Força Aérea Brasileira (FAB).

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!