Sejusp anuncia tornozeleira para 240 presos com indulto natalino

Secretário de Segurança apresentou também dados e outras medidas para combater a criminalidade
Compartilhamentos

RODRIGO INDINHO

Os 240 presos que sairão no indulto natalino este ano do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) utilizarão tornozeleiras eletrônicas como forma de medir os passos dos detentos.

A medida foi anunciada pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Souza, na manhã desta quarta-feira (7), junto com outras ações de combate à criminalidade dentro e fora do presídio.

Além disso, o gestor e sua equipe do Gabinete de Gestão Integrada em Segurança Pública (GGI/Sejusp) apresentaram o relatório estatístico sobre a área.

Secretário Carlos Souza e representantes de órgãos de segurança repassaram informações sobre a criminalidade registrada no Amapá Fotos: Rodrigo Indinho

Outra medida para o Iapen, é a instalação para este fim de ano um scanner corporal. O Aparelho será implementado para evitar que materiais metálicos e ilícitos entrem no presídio. 

“Uma terceira medida é o plano de trabalho de bloqueio de celular que está sendo reformulado já que o convencional não está funcionando em nível nacional. Uma tecnologia israelense estará sendo testada já que a tecnologia utilizada no país não tem surtido efeito e os presos continuam arquitetando crimes”, afirmou Carlos Souza.

Áreas de risco

Souza pontuou os principais pontos de criminalidade em Macapá e Santana.

“Regiões como a área portuária de Santana, Cidade Nova, Perpétuo Socorro, Congós, Buritizal, Araxá e Muca são os locais com maior índice de criminalidade. Medidas estão sendo discutidas e serão tomadas para combater crimes, não só nesses locais, mas em diversos pontos detectados na região metropolitana de Macapá e Santana”, disse o secretário.

Carlos Souza: intensificar ações em áreas de risco

Criminalidade

Entre os meses de janeiro e setembro deste ano, órgãos de segurança pública no Amapá apreenderam quase uma tonelada de drogas. Foram 98,28 kg de diferentes tipos de entorpecentes.

Os casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), como homicídios e latrocínios, tiveram alta este ano no mês de outubro, de acordo com a Sejusp. Foram 44 casos registrados, contra 40 em outubro do de 2017. 

A Sejusp informou também que, em 2018, foram apreendidas 374 armas em todo o Estado.

Segundo a Sejusp, sobre atos infracionais, cometidos por indivíduos menores de idade, houve redução de 32%, em Macapá e Santana. Nos dois municípios mais populosos foram registrados 425 casos, contra 625 em 2017.

Outubro registrou alta de crimes violentos Foto: Olho de Boto/arquivo SN

A secretaria apontou ainda aumento de 11,4% em casos de violência doméstica contra mulher, em Macapá e Santana. Foram registrados 6.763 ocorrências este anos, enquanto que em 2017 foram 6.071.

Nos casos de roubo, a capital e o município vizinho registraram aumento de 4,68%. Em 2018 as ocorrências totalizaram 5.856 e no mesmo período do ano passado foram 5.594 casos.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.