Missionário ciclista pede ajuda para comprar bicicleta nova

Davi Pereira dos Santos viaja há dois anos por municípios do Amapá e do Pará
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Um missionário amapaense de 52 anos conta que já pregou a palavra de Deus em vários municípios do Amapá e Pará. O interessante é que ele fez tudo isso em cima de uma bicicleta. A próxima viagem ainda não está marcada, mas o pregador espera fazer em outra bicicleta, pois a que ele usa há mais de dois anos precisa ser substituída.

Davi Pereira dos Santos é amapaense. Ele é solteiro e não tem filhos. A vida agora é toda dedicada a viagens missionárias que faz, sempre no fim de cada uma delas ele tem um milagre para contar.

O missionário disse que as viagens não são programadas. Elas acontecem quando Deus manda. A missão começou há dois anos e em todos os lugares que parou, segundo ele, algo sobrenatural aconteceu.

Missionário Davi Pereira dos Santos: evangelização de bicicleta em municípios do Amapá e Pará Fotos; André Silva

Mas a história de Davi Pereira dos Santos não foi sempre essa. Ele conta que quando tinha 13 anos de idade decidiu abandonar a crença no Deus de seus pais e decidiu curtir a vida.

41 dias em coma

Em novembro de 1990, depois de sair de Fazendinha, distrito de Macapá, sofreu um terrível acidente de carro. Ele conta que não lembra como tudo aconteceu, só de abrir os olhos depois de mais de 41 dias em coma. No acidente, teve perda de massa cefálica, fratura exposta e perdeu muito sangue, além dos movimentos da perna. 

“O médico disse que para eu me recuperar precisaria de 12 anos. Disse que se eu vivesse de novo viveria com problemas mentais”, contou o missionário.

Davi dos Santos contou que chegou a ser bem estruturado financeiramente. Teve uma empresa no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, mas perdeu tudo.

O encontro com o sobrenatural e a missão

“Um dia eu estava parado, próximo de um posto, e vi uma criança. Fui até ela e comecei a brincar. Estava abaixado e, quando olhei para cima, a mãe dela estava me olhando. Ela me olhou sério, apontou o dedo pra mim e disse: Deus tem grandes coisas contigo. E ela começou a falar um monte de coisa que só eu sabia”, contou o missionário.

Do posto, ele conta que saiu direto para uma igreja e depois disso a vida mudou completamente. Depois disso, as viagens missionárias começaram a acontecer. As primeiras foram de carro, mas há dois anos,  passou a fazê-las de bicicleta.

Pregador agora pede ajuda para comprar uma nova bicicleta

A bike, ele conta, ganhou depois de orar por uma mulher, que segundo ele, estava com câncer. Depois de da oração a mulher relatou que não sentia mais dor e atribuiu o milagre a oração do missionário.

“Ela queria me dar dinheiro, alguma coisa. Eu disse que fazia de graça porque foi de graça que recebi. Ela não se conformou e me deu essa bicicleta. Ela [a bicicleta] já foi roubada, recuperei ela lá no Ciosp”, contou sorrindo o missionário.

Depois que ganhou a bicicleta, o missionário contou que começou a ouvir a voz de Deus, dizendo para onde ele deveria ir.

Davi contou que já foi para Uruará, Medicilândia, Breves, Portel, Altamira e Brasil Novo. Todos municípios no Pará. No Amapá, ele conta que já foi em quase todos os municípios. O missionário disse que já pensou em ir para Oiapoque, mas espera Deus mandar.

O pregador agora precisa de outra bicicleta para dar continuidade a missão. A que ele usa é de ferro e pesa muito.

“Para eu continuar seria melhor uma de alumínio. Eu peço para quem tiver condições, que possa me ajudar a compar ou doar uma para mim”, pediu o missionário.

Para ajudar, as pessoas podem entrar em contato pelo telefone 98126-6875. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!