Perseguido por facção, homem é morto quando fazia mudança

Segundo moradores, membros de uma facção criminosa não aceitavam a saída de Dinei Santos da Silva do grupo
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem identificado como Dinei Santos da Silva, de 24 anos, foi morto com vários tiros na tarde deste sábado (1), por volta das 14h, em uma área de pontes da Avenida Lua, no Bairro Jardim Marco Zero, na zona sul de Macapá.

De acordo com a PM, Dinei Santos havia sido contratado para fazer a mudança de alguns móveis de uma casa para outra. Ele e um amigo carregavam um sofá quando dois homens se aproximaram numa motocicleta e atiram várias vezes, acertando ao menos cinco disparos na vítima, que ainda caiu no lago e chegou a ser socorrida por moradores.

Vítima carregava móveis para mudança quando criminosos apareceram Fotos: Olho de Boto

O Samu foi acionado e quando chegou constatou o óbito. Militares do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM) fizeram incursões pelo local, mas ninguém foi preso.

Delegado George Salvador: possível acerto de contas

De acordo com moradores, há cerca de um mês, Dinei Santos vinha sendo perseguido por membros de uma facção criminosa, que não aceitavam a saída dele do grupo. Ele teria relatado que não queria mais a vida de crimes e, para isso, mudou de endereço, trocou o número do telefone e ultimamente frequentava uma igreja. Mesmo assim, Dinei Santos tinha a convicção que seria encontrado pelos criminosos .

Uma equipe da Polícia Civil, sob o comando do delegado George Salvador, fez diligências na região, no entanto, as informações que possam levar à elucidação do crime ainda são vagas.

Dinei Santos teria largado a vida no crime, mas facção o perseguia

O caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Pessoa (Decipe). Para o delegado, o crime tem características de execução por acerto de contas.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!