Randolfe pede que governador do AP vete aumento na tarifa de energia

Parlamentar informou que irá protocolar nesta sexta (14) ação popular contra o reajuste
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para novo aumento na tarifa de energia elétrica no Amapá foi duramente criticada pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE) nesta quinta-feira (13), na tribuna do Congresso Nacional.

O parlamentar amapaense informou que irá protocolar uma ação popular contra o reajuste que eleva em 4,6% a conta de consumidores e aproveitou para pedir que o governador do Estado, Waldez Góes (PDT), vete o novo percentual.

“O que fez a Aneel foi autorizar, cabe à CEA, e aos dirigentes dela, recusar o reajuste abusivo. O Governador possui maioria dos cargos da CEA: a presidência, a diretoria administrativa e a diretoria de gestão são de indicações do governador! Somente duas diretorias são indicações da Eletrobras. Não podemos aceitar que mais este absurdo que consumirá, na prática, quase 60% do rendimento familiar dos amapaenses”, declarou o senador. 

Senador destacou que decisão sobre aumento é da CEA Foto: Cássia Lima/arquivo SN

 Rodrigues alertou também para o contexto social em que o aumento na tarifa de energia é colocado. Segundo o parlamentar, dados do IBGE apontam que 20% da população no Amapá está padecendo com o desemprego.

“Eu não votei no atual governador, nem no primeiro, nem no segundo turno. Mas estarei aqui, no Senado, para contribuir de todas as formas”, complementou.

Randolfe Rodrigues afirmou ainda que, nesta sexta-feira (14/12), protocolará ação popular, na Justiça Federal do Amapá, contrária à autorização do reajuste por parte da Aneel à Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA).

Foto de capa: arquivo SN/Senado

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!