Santa Clara Belém completa 1 ano

Gelato italiano conquistou espaço rapidamente na capital do Pará
Compartilhamentos

INFORMATIVO

Quando os fundadores da rede amapaense de sorveterias Santa Clara decidiram abrir as portas em Belém (PA), eles não imaginavam que o gelato italiano faria sucesso tão rapidamente, especialmente num mercado tão competitivo que protege a sua cultura gastronômica, como é o caso da capital paraense. A Santa Clara Belém é um sucesso!

A Sorveteria se instalou num dos endereços gastronômicos mais badalados da capital do Pará, muito visitado também por turistas estrangeiros: na Avenida Almirante Wandenkolk, entre as ruas Bernardo Couto e Jerônimo Pimentel, no Bairro do Umarizal, área central de Belém.

Quatro lojas já funcionam e Macapá e na cidade de Santana, o segundo município mais populoso do Amapá. Em Santana, a Santa Clara funciona na Avenida Ubaldo Figueira, próximo ao Supermercado Santa Lúcia.

Sorveteria levou para Belém gelatos produzidos com pastas italianas e frutas puras. Fotos: Divulgação

As outras lojas ficam em Macapá, na Rua Hildemar Maia, no Bairro Santa Rita; na Rua Leopoldo Machado, no Bairro do Trem (a 1ª loja); e na Avenida Tancredo Neves, no Bairro São Lázaro, zona norte de Macapá.

Em Belém, a Santa Clara abriu no dia 22 de dezembro de 2017, 10 anos depois da primeira loja em Macapá.

A aposta mais saudável nas pastas italianas e sabores com frutas puras da Amazônia conquistou rapidamente o paladar do paraense, numa cidade historicamente dominada por outras marcas locais de sorvetes convencionais.

O Portal SelesNafes.Com conversou com a empresária Lú Albuquerque, que junto com o marido, Ralph Matias, assinam os mais de 40 sabores da Santa Clara. Ao contrário do que se imaginava, ela revela que o consumidor paraense não quer apenas sorvete regional.

Ambiente confortável no Bairro do Umarizal, num dos mais famosos corredores gastronômicos do Pará

Um ano depois, foi acertada a decisão de vocês?

Muito acertada. Nós conseguimos agradar ao público do Pará, onde já existe uma marca local famosa. Nos propusemos a oferecer não apenas o melhor sorvete, mas também o melhor ambiente. Está sendo uma grande experiência.

Qual diferencial da Santa Clara num mercado tão competitivo quanto o de Belém?

Nós fabricamos e vendemos o gelato italiano, com menos gordura e menos açúcar. São receitas diferentes com pastas importadas da Itália, mas sem esquecer as frutas regionais. Não poderíamos entrar no Pará sem esquecer do paladar da cultura paraense.

Houve alguma resistência?

Muito pouca. Fechamos o ano com bons comentários sobre o sorvete, a loja, e o atendimento.

Mais de 40 sabores mais saudáveis

Sorveteria caiu no gosto do paraense

Quais os sabores mais pedidos pelos paraenses?

Abacaxi ao vinho, brownie, tiramisù (torta italiana)…

Pensei que os campeões de vendas fossem os sabores a partir de matéria-prima do Pará, como o açaí, tapioca e outras frutas da região.

Esses regionais têm boa saída, mas o público pede os que são mais diferentes.

Quais os próximos passos nos próximos anos da Santa Clara em Belém?

Ainda não definimos a longo prazo, mas em 2019 queremos continuar investindo ainda mais no posicionamento da marca para consolidar a Santa Clara de Belém e só depois disso darmos os próximos passos.

Dez anos de sucesso em Macapá

Loja no Bairro Santa Rita, em Macapá

Casal de empresários, Lú Albuquerque e Ralph Matias: próximos passos com planejamento

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.