Silvana recua, e pode não assinar na Rede

Permanência dela no PP é vista como um gesto de simboliza a aliança de Clécio com o deputado federal reeleito, André Abdon
Compartilhamentos

SELES NAFES

A secretária de Saúde de Macapá e ex-candidata a vice na chapa de Davi Alcolumbre (DEM) ao governo do Amapá, Silvana Vedovelli (PP), não deverá assinar ficha de filiação na Rede Sustentabilidade, como estava previsto para esta sexta-feira (7). Não se trata de rompimento.

Silvana Vedovelli ainda é vista dentro da prefeitura de Macapá como uma indicação do deputado federal André Abdon (PP), apesar de ela já ter conquistado seu próprio espaço e o status de quadro orgânico do grupo de Randolfe, Clécio e Davi. A permanência dela no PP, pelo menos por enquanto, será um gesto simbólico da aliança com Abdon, reeleito este ano para mais quatro anos de mandato.

Ao lado do deputado estadual Paulo Lemos (Psol), a secretária de Saúde de Macapá é forte candidata à indicação do grupo na sucessão de Clécio. Se treinar oratória para ganhar um discurso mais eloquente, terá grandes chances. Currículo como gestora já tem de sobra. 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!