Com salário de dezembro atrasado, servidores decidem paralisar

Além de cruzar os braços, eles organizaram um protesto em frente ao prédio da prefeitura
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Com salários do mês de dezembro em atraso, os servidores públicos da segunda cidade mais populosa do Estado decidiram cruzar os braços nesta quinta-feira, 10. Além do pagamento pendente, os funcionários municipais de Santana, a 17 km de Macapá, cobram outras demandas.

Servidores tomaram conta de parte da Avenida Santana e utilizaram carro som

Além de paralisar as atividades, eles organizaram um protesto em frente ao prédio da prefeitura. Os servidores tomaram conta de parte da Avenida Santana e utilizaram carro som, faixas e cartazes para chamar a atenção do prefeito santanense, Ofirney Sadala (PHS).

De acordo com o presidente da categoria, José Conceição, a paralisação de advertência foi decidida em assembleia geral. Segundo ele, outra reivindicação é o reajuste de salário referente à data base de 2018 e início das negociações para 2019, além de melhores condições de trabalho e outras progressões e promoções.

Funcionários públicos usaram faixas e cartazes para chamar a atenção do prefeito santanense

Em nota, a Prefeitura de Santana informou que o pagamento não teria sido feito por conta de bloqueios judiciais de recursos referentes aos meses de setembro e novembro de 2018, por causa de dívidas com precatórios contraídos de gestões anteriores.

Fotos: Divulgação

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.