O passo a passo de um golpe

Criminosos oferecem ajudam, e conseguem sacar dinheiro da conta de clientes. Dois deles foram indiciados
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A polícia não para de lidar com casos de estelionato no Amapá. Desta vez, a Polícia Civil indiciou dois criminosos que são mestres em enganar clientes dentro de agências bancárias. Com agilidade e sincronia, eles conseguiam sacar dinheiro das contas de clientes depois de memorizar as senhas das vítimas.

Os suspeitos foram identificados pela 6ª Delegacia de Polícia como Eliton Silva Freitas, de 33 anos, e Jailson Nunes de Moraes, de 36 anos. Segundo as investigações, auxiliadas por imagens de circuitos internos dos bancos, os criminosos ficam próximos de terminais que não estão emitindo dinheiro.

Um vídeo de segurança ilustra como eles agem. A intenção deles é observar clientes que usam esses caixas. No momento em que os correntistas digitam as senhas para ter o extrato da conta, os criminosos memorizam as senhas e depois de oferecem para oferecer ajudar.

1 – Criminoso oferece “ajuda” à vítima

2 – Comparsa anota senha da vítima

É aí que a dupla faz a manobra ensaiada. O que ofereceu ajuda insere o cartão no terminal ao lado para iniciar o sistema do banco, ocultando o movimento com o corpo.

Rapidamente, ele volta com o cartão para o terminal onde está o cliente. Enquanto isso, o comparsa (de camisa verde) anota a senha e prossegue com a operação iniciada com o cartão da vítima. Ele saca o dinheiro protegendo a tela com o corpo. 

“Graças a um trabalho de investigação proficiente logramos êxito em identificar os suspeitos que agora responderão pelos seus atos”, garante o delegado Leandro Leite, da 6ª DP.

“Os acusados confessaram os fatos e disseram ter praticado em outras oportunidades crimes da mesma natureza em agências bancárias da cidade de Macapá”, acrescenta Leite.  

3 – Cartão é inserido no caixa a lado

4 – Vítima não sabe, mas comparsa está sacando dinheiro da conta dela

Com o indiciamento, os dois aguardarão julgamento em liberdade. A pena varia de 1 a 5 anos, além de multa.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.