Pai e filho escondiam drogas na geladeira

Com a dupla, os militares apreenderam drogas, dinheiro, diversos objetos que podem ser sido usados nas negociações do tráfico.
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Militares do Batalhão de Força Tática (BFT) da Polícia Militar (PM) prenderam em flagrante dois homens, pai e filho, suspeitos de serem fortes distribuidores de drogas na zona norte de Macapá. A prisão ocorreu nesta quinta-feira, 10, no bairro Novo Horizonte, em uma área de ponte conhecida como Cai N’água.

Segundo a PM, pai e filho já têm antecedentes criminais por roubo

Com Dário Farias Campos, de 44 anos, e o filho dele, Dário Adriano dos Santos, 25 anos, os militares apreenderam drogas, dinheiro, diversos objetos que podem ser sido usados nas negociações do tráfico e uma motocicleta apreendida, além de muito material utilizado para embalar entorpecentes. Segundo a PM, pai e filho já têm antecedentes criminais por roubo.

O tenente do BFT, M.Martins, contou que sua equipe patrulhava próximo às passarelas do Cai N’água quando avistou e identificou Adriano, já velho conhecido da polícia. Ao tentar uma abordagem, o suspeito começou a correr pelas pontes. Os militares o seguiram até uma residência na área de ponte.

“Quando nós entramos na casa em perseguição ao primeiro indivíduo, tinha um segundo suspeito escondendo a droga na geladeira”, relatou o tenente.

A polícia acredita que a motocicleta era usada para fazer a distribuição para donos de bocas de fumo e entregas para usuários – prática conhecida como “disk droga”. O veículo também pode ter sido usado em assaltos na zona norte de Macapá.

O veículo também pode ter sido usado em assaltos na zona norte de Macapá

“Entramos em contato com o proprietário da moto e ele nos informou que o veículo havia sido roubado às vésperas de Ano Novo, no dia 31 de dezembro”, informou M. Martins.

Drogas estavam escondidas na geladeira

Juntamente com os materiais e a moto apreendidos, pai e filho foram apresentados à Polícia Civil no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval. Eles aguardam audiência de custódia, onde a Justiça decidirá se responderão presos ou em liberdade.

Fotos: Olho de Boto/SN

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.