Setap compara ameaças de incêndio a crime organizado e denuncia internautas

Comentários propõem incendiar também sede do sindicato dos empresários de transporte da capital
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A sugestão em redes sociais de incendiar ônibus, em protesto ao reajuste da tarifa de ônibus em Macapá, foi comparado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) com os atos de vandalismo que ocorrem no Estado do Ceará, promovidos pelo crime organizado.

Em nota, a entidade que representa os empresários de ônibus da capital informou que denunciou aos órgãos de segurança pública as ameaças de atos de vandalismo.

De acordo com o Setap, as mensagens circulam em grupos de Whatsapp e em páginas do Facebook, como a do MBL Macapá, que prepara uma manifestação para quinta-feira (10), na Praça da Bandeira. 

O Setap divulgou alguns prints em que até incêndio na sede do sindicato é proposta. Veja:

 

 

As mensagens foram encaminhadas para a Polícia Civil que trabalhará na identificação dos responsáveis.

O Setap alertou que quem publica comentários e fotos de apoio aos atos de vandalismo está cometendo crime, que podem se encaixar no artigo 286 do Código Penal, de incitação ao crime.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!